A convite do Museu Vincent van GoghHuis em Zundert/ Holanda, o artista brasileiro Vik Muniz criou uma instalação de grandes dimensões – 100 metros quadrados de flores, inspirada no quadro O Par de Sapatos uma das obras do pintor holandês, pintada em Paris (1886) do gênero natureza-morta.

Vic Muniz fez, com sua equipe e voluntários da cidade natal de Van Gogh, uma instalação de dálias, no jardim do museu. Para a realização do projeto, o quadro foi projetado no local e as dálias plantadas manualmente.
Na instalação de Zundert, foram utilizadas cerca de 60.000 flores. Depois de pronta, foi fotografada e as imagens serão vendidas para angariar fundos para o museu.

Vik Muniz vive entre o Rio de Janeiro e Nova Iorque, é conhecido pelos seus trabalhos inspirados na História da Arte, que recria, usando materiais pouco comuns, como papel usado, lixo e plantas, e agora flores, com o objetivo de estimular a reflexão sobre a imagem.

“O que eu pretendo é tornar imagináveis as ilusões e despertar o público para os enganos da informação fornecida pelo mundo das imagens disse Vik Muniz.”

Um artista e fotógrafo de renome mundial, começou sua carreira artística como escultor, mas depois mudou seu foco para artes gráficas e fotografia. Inspirado pelo trabalho dos pós-modernistas Cindy Sherman e Jeff Koons, Muniz usa imagens populares em suas obras e as apresenta de uma maneira nova, demonstrando assim uma das idéias fundamentais da arte contemporânea: a primazia do conceito sobre a singularidade do contexto visual.

*Estive na cidade de Zundert na abertura da Instalação de Dálias de Vik Muniz com as amigas Júlia Abreu e Júlia Baptista em setembro de 2018. Tivemos a sorte de falar e fazer fotos com ele no local! Viva os artistas brasileiros!