Sir Paul Smith – O Cavaleiro Inglês!

Sir Paul Smith

Sir Paul Smith

Nomeado Cavaleiro pela rainha Elizabeth II, Sir Paul Smith foi um dos palestrantes do “What Design Can Do” – evento sobre design em sua 4a. edição em Amsterdã.  Simpático, aberto e espontâneo seu “speech” foi altamente inspirador!

Designer de moda Inglês, nasceu em 1946 e aos 16 anos sem planos de carreira ou qualificações, Sir Paul Smith foi direcionado pelo seu pai, para um trabalho simples em um fábrica de roupas em Nottingham, seu local de origem. Nesta época, seu desejo era tornar-se um ciclista profissional; entretanto, esta vontade foi interrompida aos 17 anos quando sofreu um grave acidente o que o forçou a ficar durante 6 meses no hospital.

Durante o período em que esteve hospitalizado fez novos amigos e ao sair, manteve as amizades encontrando-os em um pub londrino famoso por ser frequentado por estudantes de arte. Com entusiasmo, discutiam sobre os Rolling Stones, Miles Davis, Mondrian, Andy Warhol, Kokoshka, David Bailey etc…foi neste ambiente que descobriu que queria ser parte integrante desse mundo artístico.

Designer mais importante da Inglaterra, é conhecido pela sua criatividade e extremo bom gosto. Mistura o moderno com o tradicional. É um “tastemaker” -, um líder de tendências de designers britânicos e internacionais com uma estética contemporânea. Reinventa o artesanato, as cores, formas e as transporta para o mundo fashion através de roupas e acessórios. Extremamente antenado, cria e antecipa tendências com humor e malícia sem se desvincular da tradição e dos clássicos.

Paul SmithNa palestra do “What Design Can Do” irreverente e criativo, respondeu perguntas da platéia, distribuiu meias e echarpes de sua marca e falou sobre seu processo criativo. Mostrou inúmeras fotos de diferentes países e explicou de onde vem tanta inspiração. Se deixa seduzir pelas roupas indianas com suas cores e exuberâncias, de fachadas marroquinas ou de silhuetas de sombras em desertos recria ternos, blazers, vestidos, faz uma coleção totalmente inspirada nas formas, tonalidades, texturas. Cria tapetes, sapatos, acessórios, óculos, porcelanas, perfumes e envia para suas lojas espalhadas pelo mundo. Cada loja é totalmente diferente da outra. Abaixo a que está situada na Melrose Avenue em Los Angeles. Foto divulgação

Compõem as vitrines excêntricos objetos que completam as coleções como: seleção de jóias, livros, artes e antiguidade. “Nós misturamos one-off (algo que não é repetido ou reproduzido), antiguidades e o moderno com alfaiataria de alta qualidade. A cadeira que você senta em minha loja quando compra um terno está a venda e nós podemos envia-la junto com ele e se você quiser, quando chegar em casa, encontrará também a cadeira. A gente gosta de brincar com essas possibilidades” disse Sir Paul Smith.

Sua marca se encontra em 66 países e na Inglaterra possui 17 lojas. Ele pessoalmente projeta as roupas, escolhe os tecidos e supervisiona toda a produção. Ele é o criador e o presidente da empresa.

Visite site Sir Paul Smith