Paint a Future! Sail a Future

O processo é simples: a artista pede que as crianças pensem em um desejo; em seguida, as orienta a usarem o pincel como se fosse uma varinha mágica e com ela desenhar seu maior sonho; depois, com a ajuda de um artista estes desenhos são incorporados como colagens em obras de arte. A partir daí, as pinturas são vendidas e os rendimentos vão diretamente para a criança.

De acordo com Hetty, ao comprar uma pintura você não está apenas comprando uma obra de arte para o seu próprio investimento e prazer, você está ajudando a realizar seus sonhos e criar um futuro melhor para elas e suas famílias.

São produzidos cerca de 100 desenhos em um único dia; entretanto, Hetty não conta para os menores o que eles receberão em troca. “Não quero criar falsos sonhos e esperanças”, diz.

Atualmente, o projeto visita regiões longínquas de países como Brasil, Chile, Peru, Uruguai, Bósnia, Croácia, Madagascar, Tunísia, Marrocos e Moldávia. Com papel, pincéis, tinta e um sentimento sincero de ajudar ao próximo, Hetty chega até estes lugares remotos de maneiras não convencionais e utiliza muitas vezes, meios de transportes difíceis como mulas, quando não existe a possibilidade de chegar de carro.

Os sonhos dessas crianças-, meninos e meninas que fazem parte do projeto são reais e muitas vezes, simples desejos como ter algumas galinhas para se alimentar dos ovos, bicicletas, computador, um aparelho auditivo…sonhos reais que todas as pessoas deveriam ter direito como uma casa ou uma escola para poder estudar.

“O Projeto “Paint a Future”, já ajudou mais de 1.000 crianças no mundo e para a sua concretização, a participação de parceiros, como proprietários de hotéis-, que garantem a hospedagem e alimentação dos artistas, a Royal Talents-, empresa holandesa que oferece telas, pincéis e tintas, o apoio de bancos, galerias de artes, voluntários além dos artistas, são elementos importantes em todo o contexto. Esses quadros são oferecidos generosamente e os pintores que os pintam não recebem nenhum recurso pela venda deles, o que é fundamental porque o valor obtido volta para as pessoas carentes que participaram do processo”. Finalizou a empreendedora Hetty.

O projeto está acontecendo no Brasil em Florianópolis, através de pousadas da Ilha do Papagaio.

As telas tem o valor de 2.500 a 3.500 euros e podem ser comercializadas direto com a Hetty através do site www.paintafuture.org; inclusive a artista pode sugerir alguns mecanismos de compra-, através de bancos holandeses que deduzem durante cinco anos estes valores através de uma combinação interessante para a compra, que a instituição bancária oferece.

Atualmente, algumas destas obras de arte estão expostas em Podium Mozaiek em Amsterdã, com exposição de fotos de Margô Dalla, com a foto da criança e uma explicação sobre seu desejo. E com a esperança de que alguém vai cumprir o desejo das crianças em troca da pintura.

“Sail a Future” – Através da menina brasileira Samantha de 8 anos que fez um desenho de seu sonho e ele tornou-se realidade, o navio sustentável “Tres Hombres” está navegando neste momento em direção ao Brasil levando equipamentos de ginástica olímpica para uma comunidade carente de Florianópolis. O sonho de Samantha é ser uma ginasta olímpica e Hetty conseguiu com uma fundação holandesa a doação de equipamentos usados e em ótimo estado. Esses materiais estão no navio da empresa holandesa Fairtransport e a previsão de chegada no porto de Belém do Pará é em 06 janeiro de 2016. Depois estes equipamentos deverão ir até Florianópolis e estamos procurando patrocinadores para que esta viagem se realize.

A vela do navio foi pintada por crianças holandesas com mensagens para as brasileiras. Antes de chegar no Brasil o navio para na ilha de Brava em Cabo Verde e deixa alguns aparelhos para as crianças de lá.

“Sing a Future”- Cante um Futuro é uma variação do projeto da pintura mas que ao invés das artes plásticas, é a música o fator unificador. Através da música, Hetty reúne grupos de crianças em extremos opostos da escala sócio-econômica, e também em diferentes locais do mundo, coordenado por músicos famosos. Cante um Futuro é gravado nas diferentes línguas das crianças, juntamente com o ritmo local. Este projeto de música é a base de um álbum e videoclipe que posteriormente é vendido e os lucros voltam para a comunidade local. Este projeto reúne crianças de escolas ricas de um lado, cantando a mesma canção, com crianças carentes por outro lado, e o resultado da venda da CD irá ajudar as crianças menos privilegiadas a realizar seus sonhos futuros.

Projetos como esses, da holandesa Hetty van der Linden, nos fazem acreditar que este ato de bondade, de solidariedade para com o próximo, esta união de simpatias e interesses entre os povos é possível e que neste ambiente de troca não existe cor, raça ou status social.

more photos