“O Piauí que o Brasil quer ver”

O livro da professora e Dra. piauiense, Claudete Miranda Dias, alçou mundo e foi lançado em Amsterdã, capital da Holanda em um evento da Mesa de Cultura do Conselho de Cidadania dos Países Baixos, ligado ao Consulado Geral de Roterdã.

A coordenadora da Mesa de Cultura, a jornalista e fotógrafa Margô Dalla convidou a escritora para apresentar o livro em Amsterdã e o evento aconteceu no Café Oca Mix. O número de livros não foram suficientes para o público que esteve presente.

O Piauí é um dos  estados mais bonitos do Brasil e suas belezas e história são mostradas na publicação. O livro teve o patrocínio do Grupo Claudino, através da lei Rouanet, apoio da Fadex, Pública Projeto e Studio Flagra e foi publicado pela Gráfica/Editora Halley e a Editora da Universidade Federal do Piauí.

O livro se amparou em abrangente pesquisa bibliográfica e fontes documentais colhidas ao longo de muitos anos de estudos em torno da história, arte e cultura piauiense, com a intenção de contribuir para inserir o Piauí no amplo contexto da historiografia e da História do Brasil por meio da colonização, das lutas pela Independência do Brasil quando se verifica a participação das camadas populares em lutas sociais como a batalha do Jenipapo e a Balaiada que comprovam longa tradição de luta, resistência e violência na formação da sociedade piauiense-, além da identificação das abordagens e enfoques, estilos e tendências da produção histórica e das manifestações cultural e artística, e em termos atuais, como se colocam no cenário nacional, tendo como parâmetros a diversificada riqueza arqueológica, os recursos e belezas naturais.

No lançamento, pessoas de vários países, representantes do Conselho de Cidadania dos Países Baixos e conterrâneos piauienses prestigiaram o lançamento do importante  livro de Claudete Dias. Em Amsterdã, Claudete recebeu o apoio da artista piauiense Norah Paiva-Kluis e seu marido Dick Kluis, que a receberam na capital holandesa e deram suporte para que o evento acontecesse.

Ao trazer este livro para a europa, a escritora coloca o estado do Piauí no circuito internacional de literatura. O livro é parte agora do acervo do CEDLA – Centro de Estudos e Documentação Latino-Americanos, instituto que pertence à UVA – Universiteit Van Amsterdam e referência no mundo para estudos da América Latina nos Países Baixos.

Mais fotos: