Frans Hals Museum/Haarlem

Fundado em 1862, O Frans Hals Museum é um museu municipal localizado na cidade de Haarlem, Holanda. Mudou-se para o local atual em 1913. Em meados do século 19 o edifício recebeu um piso extra, e foi neste momento que abriu suas portas ao público, através de uma entrada separada do atual prédio principal da prefeitura e funciona no antigo orfanato recentemente renovado conhecido como o Prinsenhof. Lá, permaneceu até a divisão da coleção em moderno e clássico situado em três prédios distintos, além do salão da cidade que ainda mantém muitas peças originais.

No museu, a maior coleção de pinturas de Frans Hals do mundo e também de mestres pintores de Haarlem da Idade de Ouro. No início do século XVII a pintura sofreu uma mudança radical que teve início em Haarlem nos séculos 16 e 17 (Idade de Ouro). As peças mais antigas, consistem principalmente de temas religiosos.

Podemos visitar várias salas imponentes com objetos salvos de casas de Haarlem e uma coleção de prata vinda de várias igrejas locais, podem ser vistas nos quartos, que agora parecem muito mais grandiosos do que eram originalmente. Espalhados em armários nas paredes, ao longo dos corredores, belos azulejos holandeses e cristais adquiridos das ricas e aristocráticas famílias da cidade acompanhado por mobiliário do século 17, incluindo relógios, cadeiras, e baús.

Entre 1605 e 1635 mais de 100.000 pinturas foram produzidas em Haarlem. Nem todas sobreviveram, e a maioria tem deixado a cidade, mas podemos sentir no Frans Hals Museu o clima artístico da cidade naquele período.

Muitas obras de arte tem sobrevivido até hoje daquele período em Haarlem que de qualquer outra cidade holandesa, graças principalmente ao Schilder-Boeck publicado por Karel van Mander em 1604.

Pintores de destaque ao longo dos séculos em exibição no museu.

Pintores de destaque ao longo dos séculos em exibição no museu.

Missão

O Museu Frans Hals de Haarlem tem como objetivo informar o público sobre a pintura na Idade de Ouro, bem como os desenvolvimentos internacionais contemporâneos.